Toaru Kagaku no Accelerator

Toaru Kagaku no Accelerator

Estúdio: J.C.Staff
Direção: Kamanaka Nobuharu
Roteiro: Sugihara Kenji
Baseado em um mangá por Kamachi Kazuma (História) e Yamaji Arata (Arte)
Número de episódios: ?
Os espers da Cidade Acadêmica são classificados em seis níveis, em que “Nível 0” não tem poder, enquanto “Nível 5” possui uma habilidade avassaladora. Dos vários milhões de espers residentes, apenas sete deles atingiram o nível 5, e o mais alto entre eles é o conhecido como Accelerator.

Toaru Kagaku no Accelerator foca no nível 5 mais forte depois que ele protege a alegre Last Order ao preço de grande parte de seu poder. Recuperando-se no hospital, Accelerator levou uma vida relativamente tranquila até que ele acabou salvando a vida de Estelle Rosenthal, uma garota misteriosa carregando uma foto do Last Order. Infelizmente, o Acelerador agora se vê arrastado em um novo conflito na forma de uma organização sinistra chamada Disciplinary Action.

Mais Toaru para gente que gosta de Toaru… ou para gente louca que nem eu que continua vendo a franquia, mesmo tendo perdido apreço por ela.

O anime Accelerator é igual aos arcos de Index de seu personagem título. Sempre focando na sua personalidade mais sombria em relação aos heróis como Touma e Misaka, e o quanto luta constantemente para se controlar e não virar o vilão que tanto teme ser.

Meu problema é justamente o quanto isso é repetido exaustivamente, dominando a temática por completo e deixando essas histórias mais rasas. Sim, entendi que o Accelerator existe ali nessa linha entre a luz e a sombra, não precisa ser relembrado todo santo arco — isso até tira um senso de progresso da obra.

Mas bom, é honesto ao menos que o anime sabe justamente quem quer agradar. A violência é maior e mais gráfico que em Index ou Railgun. Até fiquei desconfortável com certas cenas, mas é justamente feito para quem quer algo mais “dark” nesse universo.