PRECISAMOS DE MAIS ANIMES JOSEIS

Joseis

Animes são conhecidos pelas suas demografias quase que como gêneros. Identificamos shounens, mangás voltado para o público infanto-juvenil masculino, como mangás longos de aventura e batalhas dramáticas, e shoujos, voltado para o público na mesma faixa-etária feminino, como típicas comédias românticas ou dramas adolescentes. Seinen e josei, embora, ambos voltados para o público adulto masculino e feminino respectivamente, são mais difíceis de definir e apontar com certeza que tal obra pertence a essas demografias – especialmente joseis. É muito comum que o protagonista de cada demografia represente seu público-alvo, então é natural que um shounen tenha um jovem garoto como protagonista e um josei tenha, em tese, uma protagonista feminina adulta. Porém não é bem o caso. Joseis não se limitam a se comunicar com seu público de uma forma direta, mas sim no tom das suas narrativas. Diferente de um shoujo, eles não tentam idealizar relações ou utilizar de arquétipos típicos para construção de drama. Seus personagens são complexos e seus enredos são diversificados. É por isso que, se quisermos coisas mais fora do padrão, precisamos de mais joseis.

Pensando nisso, a Fuji TV criou o bloco noitaminA, feito especialmente para a exibição de animes fora do típico público deles, especialmente joseis, numa época em que o padrão eram adaptações de shounens e shoujos. O primeiro deles foi Honey & Clover, um drama sobre um grupo de amigos da faculdade e suas paixões unilaterais. Fugindo do típico cenário de colegial, o drama de cada personagem é mais pesado em seus desafios de se encontrarem como adultos e aprenderem a lidar com seus sentimentos Infrutíferos. Depois temos Paradise Kiss, da mesma autora de Nana (que é um shoujo, só para constar), com dramas parecidos num cenário de moda, em que as personagens se reafirmam através de suas roupas e em desfiles. E por fim temos Nodame Cantabile, ambientado numa faculdade de música, que diferente dos outros dois tem um mais tom mais leve e cômico, e foco num aspirante à maestro e seu sonho de montar sua própria orquestra. Esse trio foram os desbravadores das adaptações de joseis e definiram bem o que se esperar nos próximos anos em questão de temática e no tom.

Untitled-3

O bloco noitaminA foi a única fonte de animes joseis por um bom tempo, que mesmo agora ainda são raros de acontecer, e infelizmente o bloco sofreu várias alterações com o tempo e seu foco está meio jogado para os ares hoje em dia. Embora ainda saiam animes com premissas mais diferentes do padrão por lá, joseis não são mais prioridade. Mas a noitaminA cumpriu bem seu papel e nos trouxe animes joseis fantásticos, além de ter abrido as portas para outros tentarem. Dito isso, quero falar de alguns dos meus favoritos aqui.

amars

  • Kuragehime é uma comédia sobre um grupo de mulheres otakus (de coisas diferentes) que vivem juntas numa pensão conhecida como Amamizukan. Suas vidas se resumem a falarem mal de pessoas elegantes e de desfrutarem de seus hobbies, com o ultimato de nunca se envolverem com homens. Tsukimi é uma jovem moça obcecada em águas-vivas e quando decide comprar briga com um vendedor sobre os maus tratos de uma delas, acaba sendo defendida por uma jovem linda e bem vestida. Para o azar dela, a moça se revela ser um garoto chamado Kuranosuke, um crossdresser que se encanta com o grupo de otakus e precisa esconder sua identidade para conseguir manter a convivência.

É comum termos comédias focadas em personagens otakus de animes e mangás, já que esse é o maior público dos mesmos, e é difícil associar o termo a outros tipos de hobbies. Kuragehime mostra que existem otakus de tudo: de trens, de roupas tradicionais japonesas, do clássico épico chinês “Romance dos Três Reinos” e até de águas-vivas. As personagens não são garotas populares idealizadas que precisam esconder quem são. Elas são introvertidas, sem nenhuma aptidão social e se reafirmam com seus hobbies sem se preocuparem em se vestirem bem ou serem formosas. Embora mostradas de forma cômica, as personagens parecem mais reais por fugirem dos típicos arquétipos de animes, tanta pela sua aparência quanto pela forma como agem.

r0_kuragehime_3

Com foco em personagens “lame” e anti-sociais, Kuragehime é uma comédia com personagens que mostram como pessoas podem se encontrar em qualquer tipo de hobbies e que, mesmo sendo mais próximas do real, parecem mais distintas e ricas em personalidade do que personagens típicas coloridas de animes.

Usagi-drop

  • Usagi Drop é um drama sobre Daikichi Kawachi, um homem solteiro nos seus trinta anos, que vive uma vida tranquila sem rumo, até o dia em que seu avô morre e se descobre uma suposta filha ilegitima, Rin, uma garota de seis anos. Ao perceber que ninguém de sua família iria cuidar da garota, Daikichi decide adotar a garota e agora precisa aprender a desenvolver sua lado paterno.

A relação de Daikichi com Rin é todo o foco do anime. Do lado de Daikichi vemos um homem que viveu boa parte dos seus últimos anos cuidando de si próprio tendo que desenvolver afeto por uma criança e lidando com outros tipos de necessidades. E do lado da Rin temos uma criança que ainda não entende bem o que está acontecendo ao seu redor e quer agir apenas como uma criança.

b8u79g
Rin é uma criança que se comporta como uma criança, o que é um dos maiores méritos do anime. Ela não parece um personagem simulando a visão de um adulto de uma criança e agindo de forma infantil que não parece tão infantil. Tudo que ela faz tem uma inocência genuína por trás e faz com que tudo que ela passe seja prazeroso de assistir, porque por mais desconfortável que aquilo pareça ser, tudo pra ela ainda é um parque de diversões.

O anime não chegou a adaptar todo o mangá, uma excelente decisão, já que desenvolve a relação dos dois com a personagem adolescente e adulta, o que vai além do propósito da série. A relação contrastante dos dois é o que faz Usagi Drop ser tão especial e divertido de assistir.

Chihayafuru-726x400

  • Chihayafuru é um anime sobre karuta, mais especificamente o uta-karuta, jogo no qual cartas com poemas wakas são distribuídas entre um jogador e seu adversário enquanto um narrador ler cada poema, e o objetivo é conseguir pegar o maior número de cartas antes que o seu oponente. A vida da protagonista Chihaya muda quando ela conhece Arata, um talentoso jogador de karuta, que também enxerga talento nela e os dois logo viram grandes amigos. Nasce então uma paixão fervorosa em Chihaya pelo jogo e assim começa sua jornada em montar um clube escolar de karuta para participar de torneios profissionais.

O anime foca na relação dos personagens e de que forma o karuta conecta suas vidas. Chihaya, que antes vivia apenas apoiando sua irmã e sua carreira como modelo, encontra algo em que ela pode investir nela mesma e uma forma de criar novos laços de amizade. Sua dedicação ao karuta é quase obsessiva porque aquele é o seu novo mundo. Ela não quer ser apenas uma jogadora profissional de karuta, mas conhecer outros amantes da prática e descobrir novos lados do karuta.

chihayafuru-karuta-1024x570

A importância do karuta vai além da prática competitiva. Da mesma forma que Chihaya se conecta com um dos poemas e tem sua própria forma de jogar, cada jogador encontra algo no jogo que o oferece alguma vantagem, seja pelo poema ter alguma significância maior para ele ou pela entonação da narradora, como se cada um tivesse uma forma própria de interpretar o poema e usasse no jogo.

Chihayafuru é um anime sobre um jogo de cartas competitivo em que os jogadores precisam se conectar com os poemas para que consigam ser bons jogadores. A importância dos poemas faz com que tudo tenha um significado maior que apenas um jogo e talvez seja uma forma alternativa de apreciação deles.

120322_lisani_hata_01

Ambientado na década de 60, o anime segue a vida de Kaoru Nishimi, um garoto introvertido que nunca conseguiu desenvolver bem sua aptidão social pelo fato de estar sempre mudando de lugar. Na sua nova escola, ele se depara com o delinquente Sentarou e suas personalidades se colidem, mas aos poucos vão se conhecendo melhor e a paixão por jazz faz com que os dois se tornem bons amigos. Com o piano de Kaoru e a bateria de Sentarou, os dois conseguem ressoar harmonicamente quando tocam um jam de jazz.

Sakamichi-no-Apollon-03-1024x576

Num cenário pós-guerra onde o Japão estava sofrendo muita influência dos EUAs e criando novas formas de artes, o jazz surge como uma nova forma de representação cultural que traz em sua essência a mistura de batidas diferentes para criar algo novo. E um garoto introvertido e um delinquente se tornarem amigos talvez seja um reflexo disso. A personalidade mais tímida e elegante de Kaoru é refletida no ritmo mais calmo e delicado do piano, enquanto a personalidade mais brusca e agressiva de Sentarou é refletida na sua batida de bateria, que se conectam para trazer o melhor do jazz.

Com uma excelente direção e uma trilha sonora extremamente marcante, Sakamichi no Apollon é um josei que desperta uma nova paixão pela música e nos apresenta uma amizade que transcende palavras.
1448123671-shouwa-genroku-rakugo-shinjuu-fci

  • Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu é um anime sobre rakugo, um tipo de entretenimento tradicional japonês na qual o mestre rakugo conta uma história e interpreta diversos personagens, com entonações de voz e gestos diversos, com algum tipo de moral no final.

O anime é o conto de dois aprendizes que eventualmente se tornam mestres: o boêmio Sukeroku e o delicado Kikuhiko. Os dois encontram espaço no rakugo para expressarem suas personalidades distintas e seus dramas entrelaçam num conto trágico que refletem o próprio destino do rakugo: de se adaptar aos tempos ou seguir o método tradicional e morrer.

Shouwa Genroku pode ser um pouco apressado na sua narrativa, que às vezes não dá tempo o suficiente de absorver alguma passagem de tempo, mas ele sabe onde aproveitar o seu tempo. Conseguimos acompanhar todas as apresentações de rakugo e entender o método de narrativa de cada personagem, assim como seus erros e acertos. O rakugo também é um personagem, que toma diferentes formas na interpretação de cada contador.

Shouwa-Genroku-Rakugo-Shinjuu

Os dois protagonistas são dois contadores de história que estão contando a própria história ao lado do rakugo. Num cenário pré e pós-guerra, o anime nos mostra a forma como a cultura de entretenimento se molda e a importância de se ter algo para se distrair em tempos que bombardeios são algo do cotidiano. Depois da guerra, tudo que havia sido reprimido veio com mais força para florescer em novas formas de artes. E isso traz uma mentalidade de que todo mundo precisa avançar para alcançar os tempos atuais. Rakugo perde o lugar para o manzai por não conseguir seguir em frente, mas ainda continuaria sendo rakugo mesmo que conseguisse? Esse dilema em querer criar algo novo mas criando algo totalmente diferente no processo é o que pode causar o fim de uma arte tão tradicional como o rakugo. E isso pode ser o mesmo que perder a si mesmo para quem faz dele a sua própria imagem.

Atualmente na sua segunda temporada (que alguns aqui fizeram um preview e comentaram sobre ela), Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu é um conto sobre contadores de história, e é belissimamente contado para o seu público.

Joseis precisam de mais espaço não só por terem boas obras, mas porque são o maior reflexo da cultura japonesa. Seja pela música, pela poesia ou pela comédia, o que tivemos nos últimos anos foram excelentes obras que mostram que o que vemos em animes no geral são apenas um reflexo do mercado e a necessidade de obras de fácil consumo – e joseis, em geral, vão na contra-mão disso. Espero que, por mais tempo que tenhamos que esperar por um novo anime josei, haja sempre espaço para obras assim.

Defensor da indústria de animação japonesa atual e de todos os mercados de nicho, Overkilledred luta contra a desinformação passada pelas mídias especializadas em cultura pop e tenta salvar o público da alienação.

Sobre Overkilledred

Defensor da indústria de animação japonesa atual e de todos os mercados de nicho, Overkilledred luta contra a desinformação passada pelas mídias especializadas em cultura pop e tenta salvar o público da alienação.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz